Openbare Bibliotheek Amsterdam

We divide the existence of the mankind in history and pre-history. The history start when the Sumerians invented the write (and also the money). To write allowed the human being transmit his acknowledgment in a powerful way. Books were kept in temples, monastery, palaces and libraries. Libraries always were a place of power, we could remember Library of Alexandria in Egypt or the library of Umberto Eco’s novel “The name of the Rose”. When Dom João VI went to Brazil, running away from Napoleão, he put his library in the caravels and leave the Portuguese people alone.

Today books aren’t more the most powerful place to store information. A smartphone has more data than all Library of Alexandria and Wikipedia is more precisely than Encyclopedia Britannica. So, what will happen with the libraries? In Amsterdam, I could see a good example of what a library can do in the modern day.

Openbare Bibliotheek Amsterdam (OBA) are public libraries in several neighborhoods of the city, I visited the central OBA. Storing books is just one of the services offered by the OBA. Most of the people in this library weren’t reading a book, they are studying or working using laptops. This library is a huge public coworking space.

With EUR 10,00 per year is possible to use wifi, share desks and all common area. It’s possible to book a meeting room or a conference hall. Some other activities are available there, like a Maker Space, a public radio station and a service to help students to keep the focus. The Openbare Bibliotheek Amsterdam is a good example of the use of public spaces.


Dividimos a existência da humanidade em história e pré-história. A história inicia quando os sumérios inventaram a escrita (e também o dinheiro). Escrever permitiu ao ser humano transmitir conhecimento de uma maneira poderosa. Livros eram mantidos em templos, monastérios, palácios e bibliotecas. As bibliotecas sempre foram lugares de poder, podemos lembrar da Biblioteca de Alexandria no Egito ou a biblioteca do romance de Umberto Eco “O nome da Rosa”. Quando Dom João VI foi para o Brasil, fugindo de Napoleão, ele colocou a sua biblioteca nas caravelas e deixou o povo português sozinho.

Hoje os livros não são o mais poderoso meio de guardar informação. Um smartphone tem mais dados que toda a Biblioteca de Alexandria e a Wikipedia é mais precisa que a Enciclopédia Britannica. Então, o que vai acontecer com as bibliotecas? Em Amsterdam, Eu pude ver um bom exemplo do que uma biblioteca pode fazer nos dias de hoje.  

Openbare Bibliotheek Amsterdam (OBA) são bibliotecas públicas em vários bairros da cidade, eu visitei a OBA central. Guardar livros é apenas um dos diversos serviços oferecidos pela OBA. A maior parte das pessoas na biblioteca não estavam lendo um livro, eles estavam estudando ou trabalhando usando seus laptops. Esta biblioteca é um enorme espaço de coworking público.

Com EUR10,00 por ano é possível usar o wifi, compartilhar mesas e toda a área comum. É possível reservar salas de reunião e auditórios. Algumas outras atividades estão disponíveis como um pequeno maker space, uma estação de rádio pública e um serviço para ajudar os estudantes a manter o foco. O Openbare Bibliotheek Amsterdam é um bom exemplo de uso dos espaços públicos.


Openbare Bibliotheek Amsterdam contacts:

Country: Netherland

City: Amsterdam

Adress: Oosterdokskade 143, Amsterdam

Web Page: www.oba.nl

Facebook: facebook.com/OBAmsterdam/

Twitter: twitter.com/OBamsterdam

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s